terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Novidades e afins

E ontem foi dia de consulta de avaliação na APPC do Porto, gostamos do espaço e achamos que de momento será sem duvida o ideal para a Inês, agora esperamos que a equipa reuna para decidir o método e as terapias mais indicadas para podermos iniciar.
Entretanto na sexta -feira passada foi dia de mais "gravações", pois é, em breve a borboleta estará outra vez na t.v, desta vez será uma grande reportagem a passar na Sic, em principio sairá no final deste mês mas até lá daremos a confirmação do dia aqui mesmo.

A Inês tem andado muito comilona e resmungona, aquele menina que ia para qualquer lado e ficava sossegada no seu carrinho enquanto os papás jantavam , foi -se embora e deixou cá ficar uma Inês que agora faz birra cada vez que paro para tomar café, só quer estar sentada no colo á mesa , anda armada em gente grande esta minha filha, também acreditamos que em breve estará a sentar sozinha, já só falta um bocadinho de control cefálico para isso acontecer, uma vez que o tronco ela já o segura muito bem. Está mais atenta, mais curiosa, e mais comunicativa, são pequenos grandes passos que têm sido adquiridos diáriamente e nos continuam a encher de esperança.


                    Mamã com a fome que ando ou me cortas o cabelo ou vou te comerrrrr

3 comentários:

ClaudiaMG disse...

São os passinhos pequeninos que se transformam em grandes passos.
E é tão bom senti-los...

Ficamos à espera da reportagem da Princesa na SIC.

Beijinhos grandes

a ALMA das IMAGENS disse...

Acabei de ver a reportagem da Inês e dos outros 2 meninos.
São anjos lindos.
Sente-se a força do amor que une estas famílias.
Acredito no amor, na ciência e na força da fé.
Um beijinho para a Inês e seus papás.
Abraço de Alma

Sandra disse...

Claro que mais uma vez vos vi e tive que chorar...Imagino-me com a minha kikas e com o papá a percorrer os vossos caminhos...Tenho esperança de para o ano fazerem experiências sem as células do cordão dela, pois a Universidade informou-me que estão a pensar em avançar nesse sentido!Já reuni os exames como me pediram e o meu marido já passou tudo para inglês só que temos medo dos termos clínicos utilizados não estarem correctos. Procuramos ajuda em alguém que possa dar uma vista de olhos que seja da área da medicina...
O vosso sucesso é uma esperança para mim...Vocês fizeram parte do grupo placebo? è que no email que me enviaram fizeram referência a um grupo que ia receber placebo e só um ano depois é que esse mesmo grupo receberia células.Foi assim com a Inês?
Beijos carregados de sorrisos e esperança